EVANGELIUM VITAE

Encíclica de JPII sobre a vida será tema de estudo em Roma

Evangelium vitae, sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana, completa 20 anos; encontro contará com especialistas internacionais

Da Redação, com Rádio Vaticano

O Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes de Saúde promove na próxima quarta-feira, 25, em Roma, um dia de estudo sobre a Carta Encíclica Evangelium Vitae, de São João Paulo II, em seu vigésimo aniversário de publicação. O documento reflete sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana.

O encontro contará com a presença de vários especialistas internacionais que darão sua contribuição nos aprofundamentos e reflexões sobre a encíclica, publicada em 25 de março de 1995, e na relação dos agentes de saúde com os princípios nela reafirmados.

Os trabalhos serão moderados pela presidente do Instituto Científico Internacional Paulo VI, professora Ombretta Fumagalli Carulli, e pelo Diretor Nacional da Pastoral da Saúde da Conferência Episcopal Italiana (CEI), padre Carmine Arice.

O dia de estudo dedicado à Encíclica Evangelium Vitae é a primeira de uma série de iniciativas programadas pelo Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes de Saúde por ocasião do trigésimo aniversário de sua fundação, decretada pelo Motu Proprio Dolentium Hominum publicado em 11 de fevereiro de 1985 pelo Papa São João Paulo II.

O órgão realiza um trabalho de promoção, crescimento e difusão da Pastoral da Saúde. Uma das iniciativas marcantes surgidas ao longo desses 30 anos foi a instituição do Dia Mundial do Enfermo, celebrado anualmente em 11 de fevereiro. Além disso, também foi criada a Associação Mundial dos Hospitais Católicos, a Pontifícia Academia para a Vida e a Fundação Bom Samaritano.

Em 1995, foi publicada a primeira edição da Carta aos Agentes de Saúde. Este texto é uma etapa fundamental da Pastoral da Saúde. Nele foi sancionado pela primeira vez o conceito de agente de saúde como servidor da vida.