SE NÃO TIVER AMOR, DE NADA VALE!

 Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças.  Eis aqui o segundo: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Outro mandamento maior do que estes não existe.(Mc 12;30-31)


Conta uma história que uma senhora fazia um peixe assado que era conhecido em toda a região como o melhor peixe assado do mundo, isso atraiu a atenção de um grande chef de cozinha que foi conhecer a técnica  e os segredos daquela senhora.

Por horas ele observou como ela preparava o peixe, quanto tempo levava no forno, tentando descobrir qual o segredo do sabor daquele peixe.

Uma prática chamou muito a atenção do chef, a senhora cortava sempre a calda do peixe antes de coloca-lo na assadeira para levar ao forno, ele pensou, talvez ali estivesse o grande segredo.

Na ânsia de desvendar esse mistério o chef perguntou qual o motivo dela realizar aquele corte na calda do peixe antes de coloca-lo na assadeira e ela respondeu que havia aprendido fazer assim quando ainda era uma adolescente e desde então repetia isso sem pensar, mas quem poderia dizer o motivo era a sua vó, que lhe ensinara aquela receita.

O chef desejou então falar a anciã, pois acreditava que ela poderia então revelar a ele o segredo daquela prática, que com certeza conferia ao peixe aquele sabor inigualável.

Diante daquela mulher, na esperança de encontrar uma explicação, ele escutou dela o seguinte:

_ Eu cortava a calda do peixe por que naquela ocasião as minhas assadeiras eram muito pequenas e não cabia o peixe inteiro.


Durante o período quaresmal se multiplicam os jejuns, os sacrifícios, os atos de ajuda ao irmão, as práticas devocionais, cresce o número de dizimistas, as igrejas ficam mais cheias nas celebrações.


O Senhor disse: Esse povo vem a mim apenas com palavras e me honra só com os lábios, enquanto seu coração está longe de mim e o temor que ele me testemunha é convencional e rotineiro. (Is 29;13)


A nossa vida religiosa só tem sentido verdadeiro quando tudo isso é um reflexo do amor vivido concretamente, caso contrário são práticas vazias, é só repetição, que por si só não nos aproximam de Deus.

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver amor, não sou nada. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, de nada valeria! (ICor 13; 1-3)

Prof. Luís César

Luís César é Professor de Química e Engenheiro Agrônomo, Coordenador Pedagógico do Ensino Médio do Colégio Salesiano São Gonçalo (Cuiabá-MT), participa do Grupo de Oração Oração João Paulo II-Peregrinos do Amor e junto com sua esposa Regina Helena é fundador da Comunidade Alma Missionária.
Author

Write A Comment